Jesus: remédio para corações feridos e paz para reconciliação da família.

Querida, quando pequena, você pôde perceber que seus pais eram um exemplo de perfeição e heroicidade; neles não havia nenhum defeito e você amava ver isso. Hoje, já crescida, tudo parece mudado, mas, na realidade, não mudou muita coisa, eles continuam falhando e sendo pecadores. É a sua visão que foi ampliada e, com nitidez, você nota cada erro e pecado deles. Eu sei, inicialmente é um choque: “como assim ele agiu e falou dessa forma?”. Um balde de água fria nos é dado e sentimos quão miseráveis todos – sem exceção – somos, e o quanto carecemos da misericórdia de Deus.

Diante disso, não deixamos de amá-los por causa dos seus pecados, pelo contrário, é nesse momento que aprendemos a amá-los mais.

Se nosso Pai Amado nos abrir os olhos, enxergaremos não somente os pecados deles, mas os nossos também; e, invés de culpá-los por tudo colocando-os para baixo com palavras ofensivas, nós observaremos como falhamos da mesma maneira (ou pior) e que somos culpados em muitos conflitos familiares.  Somos feridos, mas também ferimos. Sentimos dor, mas eles também sentem. Devemos parar de se vitimizar quando, na realidade, somos nós os causadores de muitos conflitos e os disseminadores de muitas ofensas.

Nesses momentos tão delicados ou achamos que nunca nada irá melhorar e seguimos a vida num relacionamento superficial cheio de mágoas ou buscamos agir com paciência e longanimidade visando resolver a situação conflituosa com amor e reconciliação.

A segunda opção só será possível se, em oração, elevarmos nossos olhos para o Autor e Consumador da nossa fé; para àquele que entregou a si mesmo, voluntariamente, para morrer em nosso lugar, suportando a ira santa do Pai por causa da nossa desobediência, a fim de que, por meio dEle, possamos nos apresentar diante de Deus, vestidos de sua justiça, e sermos aceitos por Ele.

Cristo nos perdoou os pecados (que são muitíssimos!) e nos fez filhos de Deus. Se Ele, sendo Deus, se humilhou e deixou sua glória em nosso favor (nós, imerecedores, dignos do inferno!), então nós não conseguiremos, com Seu auxílio, perdoar os nossos pais por ter nos ofendido? Não conseguiremos perdoar os nossos filhos quando eles agem com ingratidão e desonra? Cristo Jesus é o nosso exemplo de humildade, perdão, paciência, bondade, serviço e amor! 

Além disso, Ele é o remédio para as feridas causadas pelos nossos amados familiares. Ele é o solo firme, a rocha gloriosa na qual podemos reconstruir nossa casa – tão desajeitada e bagunçada. Ele vem e refaz; não só reconstrói, mas limpa e organiza a bagunça que causamos. Essa nova casa até poderá balançar devido as intempéries da vida, mas jamais será abalada e destruída, pois o Seu Arquiteto a planejou, a fundamentou e a sustentará até o fim.

Não se desespere, querida. Lance os seus cuidados ao Senhor Jesus (Salmo 55.22), rei do Universo e da sua alma; Ele cuidará de você e dos seus. Bálsamo para nossa alma e remédio para os nossos corações cansados do pecado Ele é. Ele é. Não desista da Sua família. Entregue-os, em oração, Àquele que te pôs entre eles, e confie descansando. Jesus é tudo o que você e seus amados necessitam.

Que o nosso Deus, o Deus de toda a graça, através de Cristo Jesus e do Seu Consolador amado, nos ajude e ajude a nossa família a amar e ser pacificadora em todos os momentos. Amém.

Com amor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s